Gisela Cañamero

Gisela Cañamero desenvolve actividade teatral enquanto dramaturga, encenadora e performer no âmbito da estrutura arte pública, em Beja, construindo objectos performativos que se destacam pela sua diversidade cénica: Teatro, Teatro Musical e Performances multidisciplinares. Enquanto pedagoga, a sua acção tem abrangido a formação inicial, pós-graduações e oficinas nas áreas do Teatro, Performance, Literatura, Igualdade de Género, Pedagogia das Expressões e Pedagogia da Criatividade.

 Oficina:  Morder e Soprar- Narrativas da Memória: processos de representação

O trabalho com as narrativas da memória possibilita inúmeras navegações e plasmações. No fundo, as memórias de vivências ou de relatos ganham um novo fôlego quando transfiguradas pela percepção de quem as consegue não apenas relatar, mas mostrar e revelar, no âmbito de uma instauração transfigurada e carregada do tempo presente.

Bartolomeu Campos de Queirós, escritor brasileiro, deixou-nos em legado a seguinte frase: «A memória é como cobra: morde e sopra». Pois bem: veremos como a partilha das memórias pode ser soprada em corpo essencial para a plasmação literária e performativa.
Tragar roupa e calçado confortáveis para movimento.

Vai andarilhar pela cidade dos contos

24 sexta-feira 
15h30 – 17h30 EXPERIMENTAR | FRUIR #
Oficina: Morder e Soprar- Narrativas da Memória: processos de representação
Escola Secundária Diogo Gouveia

25 de agosto sábado
15h30 – 17h30 EXPERIMENTAR | FRUIR #
Oficina: Morder e Soprar- Narrativas da Memória: processos de representação
Escola Secundária Diogo Gouveia

# inscrição BOL